Catadores e catadoras fundam Cooperativa em SBC

A Assembléia Geral de fundação da Cooperluz, Cooperativa de Trabalho de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis , foi realizada no dia 31 de janeiro de 2014 nas dependências da central de triagem localizada no Bairro Cooperativa em São Bernardo do Campo.

Contou com a participação de catadores e catadoras que atuam no centro de triagem, representantes da Coopcent ABC e do Movimento Nacional de Catadores e Catadores, gestores públicos da Prefeitura de São Bernardo do Campo e de integrantes da Incubadora de Emprendimentos Solidários SBCSOL.

Na Assembléia foi aprovado o Estatuto da entidade e os membros da Diretoria e do Conselho Fiscal, ficando as catadoras Maria Lucia de Souza como presidente , Viviane Conceiçao de Souza como tesoureira e Valdinéia Rodrigues de Jesus como secretária.

Após leitura da proposta de Estatuto, foram levantados dois pontos para exclarecimentos ou/e alterações. O primeiro foi o da "cota parte" que os catadores e catadoras ficaram com dúvidas, pois ao ingressar na cooperativa eles deveriam contribuir com R$ 120,00 para a entidade e ao se desligar, receberiam esse recurso corrigido de volta, na medida em que não eram empregados, mas sim patrões, conforme salientou o advogado da SBCSOL, Dr. José Celso. Após ter sido explicado que, pelo fato dos presentes serem cooperados fundadores, eles estavam isentos dessa taxa, houve concordância. Outro ponto é o do nome da entidade que pela proposta estava colocada apenas "catadores" e Viviane, frisando que também participava da entidade mulheres, sendo neste caso, a grande maioria, deveria ser incluída a palavra "catadoras", o que foi aplaudido pelas mulheres.

Lucia, bastante emocionada, citou o quanto este momento estava sendo esperado para solidificar a organização dos catadores e catadoras da Cooperluz, agradecendo a presença de todos.

Maria Monica da Silva, representante da Coopcent ABC e do Movimento Nacional de Catadores e Catadoras, parabenizou as catadoras e catadores pela fundação da cooperativa e salientou a importância desse ato para o fortalecimento da categoria, que somente com união, organização, autonomia e muita luta conquistarão sua emancipação econômica, social e política, para de fato melhorar suas condições de trabalho e de vida.

Reginaldo Rufino dos Santos, uma das lideranças dos catadores e catadoras da Cooperluz, agradeceu a Prefeitura do Município dizendo que sem o apoio e a colaboração de seus gestores não conseguiriam chegar ao estágio em que se encontravam atualmente. Estendeu os agradecimentos à Coopcent ABC e a Incubadora SBCSOL, vinculada à Universidade Metodista e contratada da Prefeitura para acompanhar os dois emprendimentos relacionados à coleta seletiva do município.

Na Assembléia, foram apresentadas duas propostas de logomarcas produzidas por um empresa contratada pela Prefeitura. Viviane de Souza, pediu a palavra e disse que os catadores e catadoras também tinha outra proposta de logomarca, produzida por eles, catadores, que lamentavelmente não estava em condições de apresentá-las naquele momento. Solicitou que a aprovação final ficasse para momento posterior, o que foi aprovado. Também foi apresentada uma proposta, pelo representante da Prefeitura, para a decoração dos muros externos da central de triagem com o nome do espaço sendo Centro de Triagem de Material Reciclável. Viviane, comentou que "o nome do espaço deveria ser em primeiro lugar o da Cooperluz - Cooperativa de Trabalho de Catadores e Catadoras de Materiais Recicláveis, para identificar a sede da entidade e após, a atividade que desenvolve, que é a da triagem e beneficiamento de materiais recicláveis".

O representante da Prefeitura de SBC, Nilson Tadashi Oda - diretor do Departamento de Empreendendorismo e Trabalho, parabenizou os catadores e catadoras pela fundação da Cooperativa e desejou sucesso nesta nova fase que estava se iniciando. Frisou que a meta da Prefeitura para a coleta seletiva é de 10% do total de residuos coletados no município, que atinge cerca de 800 toneladas/dia, chegando portanto a 80 ton/dia. Já o Consórcio Intermunicipal do Grande ABC aprovou enquanto Plano Plurianual Regional para 2014 a 2017, atingir 100% das residências com a coleta seletiva em todos os sete municípios que compreende a região do Grande ABC. Atualmente a Cooperluz está processando cerca de 13 toneladas dia.

Vilma Moura , representante da Coopcent ABC, após final da Assembléia, comentou que, com a fundação da Cooperativa, os catadores da Cooperluz podem ganhar autonomia e se fortalecer. Atualmente, " o Prefeito de SBC colabora com os catadores, mais vai que entra outro que não tem este mesmo compromisso com os trabalhadores e tenta prejudicá-los". A atividade da coleta seletiva está virando um negócio atraente. "Durante anos os catadores trabalharam de forma precária neste serviço. Agora, com o estímulo da Politica Nacional de Resíduos Sólidas, começa a aparecer outras pessoas interessadas, que não são carentes. Vai que o outro Prefeito resolve contratar uma empresa não formada por catadores para fazer esse serviço e tenta tirar os catadores e catadoras organizadas do processo. A corda arrebenta sempre pelo lado mais fraco, por este motivo os catadores e catadoras precisam se unir, conscientizar e ganhar força", finaliza Vilma.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Coopcent, Senaes-MTE e Consórcio Intermunicipal ABC realizam Seminário
A Coopcent ABC abre licitação para aquisição de 16 carrinhos motorizados, 05 prensas verticais, 01 fragmentadora de papéis e 01 carroceria.
Aberta Licitação para Empresa de Transporte para Serviços Eventuais
>
Conferência Regional de Economia Solidária une ABCDMRR e Baixada Santista (5 de abril de 2014)
Dilma visita estande da Coopcent ABC na Expocatadores (19/12/2013)
Catadoras do ABC agradecem à Dilma
Catadores organizados realizam coleta porta a porta em São Bernardo do Campo
Grande ABC e Baixada Santista organizam Conferência Regional da Economia Solidária
Catadora do ABC expõe no I Seminário Nacional da SENAES - PRÓ-CATADOR
Coopcent e Senaes formam mais uma turma de catadores e catadoras novos
Um dia na vida de uma cooperativa de catadoras e catadores de materiais recicláveis 29/05/2013
Coopcent ABC visita prefeito de Rio Grande da Serra 13/09/2013
Prorrogação de processo seletivo 09/2013
Coopcent ABC busca parceria com a Unimáquinas
San Diego é um exemplo de município sustentável no manejo e tratamento dos resíduos sólidos.)
Grande ABC realiza a I Conferencia Regional do Meio Ambiente (14/06/2013)
Catadores de São Bernardo do Campo realizam reunião com Tarcísio Secoli (18/06/2013)
Alunos do Curso de Formação de Novos Catadores de Ribeirão Pires do Projeto SENAES - Coopcent ABC realizam produção de filme (06/06/2013).
Coopcent ABC e Petrobras lançam projeto "Rede ABC Catadores Gerando Renda 2012-2013" - (03/05/2013)
Coopcent e Senaes formam mais uma turma de catadores e catadoras novos (10/05/2013)
Catadoras e catadores dão exemplo de cidadania e sabedoria (03/05/2013)
Central de Triagem de Recicláveis inaugurado em Mauá (05 de dezembro de 2012)
Um dia na vida de uma cooperativa de catadoras e catadores de materiais recicláveis (29/05/2013)
Assembleia para eleição da diretoria COOPCENT ABC 2012/2014.
O projeto REDE ABC 2010 realiza visitas de acompanhamento dos trabalhos nos grupos
Fortalecimento da Política Pública com a inclusão dos catadores
COOPCENT em vídeoconferência realizada pelo SENAES
Aula inaugural Projeto COOPCENT-SENAES no Consórcio ABC
Coopcent ABC alinhada com o Movimento Nacional dos Catadores de Materiais Reciclável

Cooperativa Central de Catadores e Catadoras de Material Reciclável do Grande ABC - COOPCENT ABC
Rua Caracas, 120 - DIADEMA - SP - CEP: 09921-090 Tel: (11) 4054-2263 - CNPJ: 10.203.963/0001- 46